"Há duas coisas infinitas: o Universo e a tolice dos homens." (Albert Einstein)
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

20
Abr
09

Já tinha visto a receita destas queijadas em vários blogs e 5 iogurtes no frigorifico prestes a acabar o prazo de validade, deram-me a oportunidade para experimentar. A receita original é feita com iogurtes naturais como os que tinha lá em casa eram açucarados tive de fazer alterações à receita original.

 

 

 

Ingredientes

 50 g de manteiga derretida
 5 iogurtes gregos naturais açucarados

 100 g de farinha

 100 g de açúcar
 2 ovos
 

Juntei todos os ingredientes no liquidificador e bati até estar tudo bem misturado.

Deitei a massa nas forminhas de silicone e levei ao forno durante 25 minutos, a mais ou menos 180ºC.

 

Ficaram óptimas e são facílimas de fazer.

 

publicado por SHMCP às 14:09
25
Mar
09

Conforme tinha dito, já experimentei o manjar branco mas em vez de molho de framboesas fiz com molho de caju.

 

 

 

Para o manjar:

6 colheres de sopa de farinha maizena;

5 colheres de sopa de açucar;

1 litro de leite;

1 copo de leite de côco.

 

Dissolvi a maizena no leite, juntei os outros ingredientes e levei ao lume até engrossar e a farinha cozer. Deitar numa forma, como utilizei de silicone basta passar por agua antes. Deixei arrefecer e depois levei ao frio. Só desenformei depois de frio.

 

Para o molho:

2 embalagens de polpa de caju (tinha daquelas da brasfruit);

2 colheres de sopa de açucar.

 

Deixei a polpa descongelar juntei o açucar e levei ao lume até o açucar derreter.


  

Como quem comeu a sobremesa tinha duvidas sobre a polpa de caju aqui vai o esclarecimento: 

O caju é muitas vezes tido como o fruto do cajueiro (Anacardium occidentale) quando, na verdade, trata-se de um pseudofruto.

O que entendemos popularmente como "caju" se constitui de duas partes: o fruto propriamente dito, que é a castanha; e seu pedúnculo floral, o pseudofruto, um corpo piriforme, amarelo, rosado ou vermelho. (fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre)

 

 

A polpa que utilizei é do pseudofruto.

publicado por SHMCP às 11:14
26
Dez
08

Este foi o doce de este ano para a nossa ceia de Natal.

Fiz algumas adaptações à receita original, achei que ficou muito bom, no entanto sou suspeita adoro tudo o que tenha amêndoa, gila e fios de ovos, então conjugados.......

 

Ingredientes para a massa:
 2 dl de água
 250g de açúcar light
Casca de limão
 500g de miolo de amêndoa sem pele
 8 ovos muito bem batidos e passados no passador
 Farinha para polvilhar
 

Recheio:
 100g de doce de ovos de compra (Pingo Doce) 
 150g de fios de ovos de compra (Pingo Doce)
 250g de doce de gila escorrido (este foi feito por mim) 
 

Preparação da massa:
Coloca-se um tacho ao lume com a água, o açúcar e as cascas de limão, deixa-se ferver.

 

Junta-se a amêndoa moída e deixa-se levantar fervura novamente, mexendo sempre até engrossar.

 

Assim que isso acontecer, retira-se do lume e acrescenta-se os ovos.
Leva-se a lume médio e mistura-se tudo bem com a vara de arames até verificar que a massa está a despegar-se do fundo do tacho.
De seguida, polvilha-se uma mesa com farinha e coloca-se a massa em cima dela, deixando arrefecer na totalidade. Com a ajuda de um rolo, estica-se um pouco mais de metade do preparado.

Dispõe-se uma camada de gila, fios de ovos e por fim o doce de ovos.

Por fim, dobra-se as pontas da massa para cima e coloca-se  a restante massa por cima.

Coloca-se num tabuleiro com bastante farinha. Leva-se ao forno por cerca de 30 minutos, a uma temperatura de 190º C. Retira-se o pão-de-rala depois de cozido e deixa-se arrefecer entes de servir.

Sobrou isto...


 

publicado por SHMCP às 18:38
17
Nov
08

O crumble é uma sobremesa muito apreciada lá em casa este para mim é o melhor que já comi.

 

Amoras, Mirtilhos e groselhas

 

 

200g de farinha, 100 de acucar mascavado e 175g de margarina Becel para ficar com este aspecto tive de colocar mais um bocadinho de farinha.

 

 

Foi ao forno (200º) até ficar com esta cor.

 

 

Servi quente com uma bola de gelado de nata. Depois é só deliciarmo-nos.

 

 

publicado por SHMCP às 10:41
11
Ago
08

 

1 base de massa quebrada
Licor de amêndoa amarga (1 colher de sopa)
100g amêndoa finamente ralada
1 lata leite condensado
4 ovos
2dl natas de soja

 

No robot de cozinha piquei a amêndoa juntei o leite condensado os ovos um a um, sem parar de bater, e no fim as natas e o licor.
Deite sobre a base e coza no forno a 200º cerca de 30 minutos até o creme estar preso e a superfície dourada (deixei dourar um pouquito demais).
Gostei muito desta tarte é fácil de fazer e rápida.

publicado por SHMCP às 14:26
16
Abr
08

Um dos doces que me dá mais luta desde sempre é o Arroz Doce nunca me sai bem e ainda por cima é um doce que gosto bastante. No entanto quando vi esta receita na revista "Saber Viver" anotei-a logo como a experimentar.

E não é que me saiu bem !

150g de arroz

1 l leite

300g de açúcar

3 gemas de ovo

300g de frutos vermelhos (usei aquela mistura congelada)

1 pau de canela

casca de 1 limão

 

Cozer o arroz em agua e 1 pitada de sal deixe arrefecer.

Numa panela junte o leite frio, o açúcar e as gemas de ovo e mexa delicadamente por ultimo junte o arroz o pau de canela e a casca do limão.

Leve ao lume brando até estar cremoso.

Deixe arrefecer um pouco.

Saltei os frutos vermelhos com 1 colher de açúcar durante 3 minutos.

Numa taça dispor uma porção de frutos no fundo e de seguida o arroz. Guarde um pouco de frutos para na altura de servir deitar por cima.

Fica optimo!

publicado por SHMCP às 14:27
24
Mar
08

Ingredientes:
1 ananás médio
Para o creme:
2 gemas

1 ovo inteiro

2,0 dl de leite

0,5 dl do sumo do ananás  

1 c. de sopa de manteiga

90 g de açúcar

1 c café de essência de baunilha

2 c. de sobremesa de maisena 
Confecção:
Junte todos os ingredientes mexa muito bem e leve ao lume, mexendo sempre, até engrossar um pouco. Retire do lume antes de levantar fervura e deixe arrefecer.
Corte o ananás ao meio, no sentido longitudinal, tendo o cuidado de não danificar a rama. Separe as metades e retire a polpa sem furar a casca. Corte a polpa em bocadinhos tenha o cuidado de guardar o sumo que escorre. De seguida, recheie as metades com os bocadinhos de ananás e cubra com o creme. Leve ao forno para gratinar.

publicado por SHMCP às 16:19
18
Mar
08

Ingredientes:

Para a massa:
Azeite 1 c.s
1 cálice de aguardente +Sumo de laranja Natural até perfazer 240 ml
Sal 1.5 c.c .
300g de farinha
240g de farinha Integral
Fermento 1 c.c .
Açucar amarelo 2 c.s .
2 ovos
Programa 11 (amassar) da máquina de pão

Azeite extra fino q.b
4 maçãs médias
Canela e açúcar para polvilhar as maçãs
Azeite e farinha para untar e polvilhar a forma

Confecção:

Retire a massa da máquina divida em 2 partes iguais. Estenda uma das metades num tabuleiro untado com azeite e polvilhado com farinha.
Descasque e corte as maças em fatias finas envolva-as em açúcar e canela e 
disponha-as por cima da massa espalhe as nozes tape com a restante massa e polvilhe com açúcar e canela.
Leve ao forno pré-aquecido. Passados 50 minutos +-, verifique se a boleima está cozida.
Deixe arrefecer e corte em quadrados ou em tiras.    

publicado por SHMCP às 10:18
25
Out
07

Tinha morangos, natas e uma daquelas bases de massa quebrada, tinha de fazer uma sobremesa.

Como queria fazer algo rápido e não me apetecia ir folhear os meus livros de cozinha. Lembrei-me porque não uns morangos com chantilly servidos de uma forma diferente.

Cozi a massa quebrada. Cortei os morangos e bati as natas em chantilly. Depois da massa cozida deitei os morangos o chantilly e o resultado foi este.

sinto-me:
publicado por SHMCP às 11:13
20
Out
07

175 g de açúcar ;

4 ovos muito frescos ;

1 colher de sobremesa de maisena ;

7,5 dl de leite ;

1 casca de limão ;

canela

Separam-se as gemas das claras. Batem-se as claras em castelo e quando estiverem bem firmes juntam-se 50 g de açúcar, continuando a bater até se obter um preparado bem espesso e seco.

Entretanto, leva-se o leite ao lume com o restante açúcar e a casca de limão, eu como gosto muito do saborzinho a limão coloco sempre bastante. Quando ferver, reduz-se o calor para manter apenas uma fervura suave. Deitam-se dentro colheradas do preparado de claras e açúcar. Deixam-se cozer rapidamente, voltando-as. Retiram-se as farófias com uma escumadeira e colocam-se num passador para escorrer. O leite que vai escorrendo das farófias junta-se ao do tacho. Depois dispõem-se no prato ou travessa de serviço, fundos.

Deixa-se arrefecer o leite em que as farófias cozeram e adiciona-se a maisena desfeita num pouco de leite ou de água frios e as gemas. Leva-se ao lume, mexendo sem parar para cozer e engrossar. Rectifica-se o açúcar se for necessário.

Cobrem-se as farófias com o molho e polvilham-se com canela.

Servem-se mornas ou frias

publicado por SHMCP às 10:42
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
boa tarde!Olha estou numa verdadeira missão de ach...
Bons dias. Os espinafres são previamente cozidos?!...
Espetáculo!
Fiz uma vez e foi um sucesso! nunca pensei que fic...
nada como ir à fonte, ou seja, a empresa produtora...
Como faço pra adquirir esse mel?83 99565952 - TIM8...
Troque a cor da letra fiote! Ta horrivel.
OLá, gostei do blog. Como tem um gosto pela bricol...
estas tostinhas devem ser mesmo boas.kixinhox
Muito poupadinha :)
blogs SAPO